Loading...

Páginas

terça-feira, 29 de setembro de 2009

BUSCA


Quando eu lhe busco,
É porque preciso
De uma palavra amiga.
Quando eu lhe chamo,
É porque preciso de sua presença.
Tenho de cultivar a minha crença.
Tenho de aceitar a minha verdade,
Transmitir a palavra,
Escrever e viver
Para um mundo melhor,
Onde eu possa pisar sem medo,
No chão firme,
Sem areias movediças,
Onde a sua mão me segure,
E a minha vida
Não sejam mais lendas e crendices.
Só tu Senhor
É aquele que nos pode transmitir
O verdadeiro e desinteressado amor.
(Herrera)

UMA VIDA DEDICADA AO AMOR

Uma vida dedicada ao amor
Sabendo passar pela dor,
Tendo como meta a solidariedade,
Enfrentando a sua verdade,
Sem fugir do destino,
Mas procurando um abrigo natural,
Daqueles que não desejam o mal.
Porém que passam pela vida,
Não a deixando esquecida
Em um canto qualquer,
Valorizando cada momento,
Cada minuto,
Cada segundo,
Para ver a transformação
Do seu irmão.
Pode ser a minha ou a sua,
Não se deixe esquecer,
Faça valer.
(Clara Luz)

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Minha Oração!


Abro o coração.
Faço uma oração.
Pela nossa vida,
Pelo nosso dia a dia,
Pelo pão,
Pelo perdão,
Pela busca,
Pela conquista,
Pela confiança,
Pela crença.
Estamos unidos em uma única fé.
Com vários nomes, diferentes culturas,
Diversificadas características,
Muitas cores,
Inúmeros valores.
A direção é uma só.
A luz forte e intensa,
Límpida e cristalina
Daquele que tudo sabe e tudo vê.
E cada vez mais nos faz crer.
Que a união é possível.
Dê-me a sua mão,
Outras logo virão.
(Herrera)

sábado, 19 de setembro de 2009

Jardim de Amigos


Se os meus amigos
Fossem flores,
Seriam coloridos,
Cada um de uma cor,
Com diferentes fragrâncias,
De diferentes crenças.
Mas com a mesma esperança,
A da mudança
Por dias melhores,
Com mais luz,
Com mais paz.
Se os meus amigos
Fossem flores,
Eu os cultivaria num jardim,
Para que ficassem
Sempre junto de mim.
(Herrera)

Calgar Degraus


Galgar alguns degraus
Na sua espiritualidade,
Exige alguns sacrifícios terrenos.
Esquecer a vaidade,
Cultivar a humildade,
Perder o orgulho,
Não ver diferenças.
Precisamos compreender
Que a felicidade
Não está na riqueza.
Está nos pequenos atos
De nobreza,
Com o nosso irmão,
Com a humanidade,
Com a natureza.
Pode estar longe
Mas também perto
O dia em que todo
O nosso ato
Será de puro afeto.
(Herrera)

Quero agradecer. . .
Por mais uma semana.
Por ter tido alegrias e tristezas.
Por ter podido ver muitas belezas.
Quero agradecer ao mestre maior
Por ter visto meus erros
E ter ajudado ao meu irmão.
Quero agradecer por abrir meu coração.
Senhor meu!
Sei que sou a sua ovelha,
Que por vezes se perdeu.
Mas que o Senhor na sua infinita misericórdia
Dela nunca se esqueceu.
(Herrera)