Loading...

Páginas

domingo, 9 de agosto de 2009

Meu pai cigano,
Que não é perfeito,
Que tem engano,
Que impõe a sua lei,
Que quer ver o filho rei,
Que leva adiante a sua linhagem,
Que impõe a coragem,
Segue tradições,
Balança corações,
Nunca se esquecendo, porém,
De suas obrigações.
O meu pai é cigano,
De lendas e tradições,
Mas que escuta a voz da razão,
Principalmente se vier do coração.
(Herrera)

Nenhum comentário:

Postar um comentário